Install Theme

"O Brasil é um país que se arrasta há décadas, há séculos, mas nunca chega lá. É o tal gigante dopaminado, dopado. Antigamente, dizia-se "adormecido". Hoje, infelizmente, não tenho mais esperanças em que ele acorde! Os roubos, a malandragem instituída e a "cultura do coitadinho". A cultura que apadrinha o coitadinho e que, na verdade, odeia o vencedor, mas adora dar um tapinha nas costas daquele que perde porque se identifica com aquele que perde? Gente? Merda! Que merda!"

Trecho de “Entredentes”, em cartaz no Sesc Consolação.

Peça de teatro sobre caso Isabella Nardoni estreia em SP em março

Conhecido como “caso Isabella”, o assassinato da menina Isabella Nardoni, aos cinco anos de idade, servirá de base a uma encenação teatral da companhia Os Satyros.

Escrito por Lucas Arantes, o texto “Edifício London” será dirigido por Fabrício Castro com coordenação de Rodolfo García Vázquez. A estreia está prevista para março, em São Paulo.

Arantes diz que buscou criar uma história original apenas com referências ao caso de Isabella. “A peça não se parece com o que saiu nos jornais, pois minha busca foi de criar uma mitologia universal”, diz o autor.

Arantes diz ainda que procurou, em seu texto, criar um paralelo entre o assassinato de Isabella e a peça “Macbeth”, de William Shakespeare, na qual um militar assassina o rei e tem como cúmplice sua mulher, Lady Macbeth.

Gustavo Fioratti
Folha de São Paulo

Vinte peças que você vai ver em 2013
O ano de 2012 já terminou… Pelo menos para o teatro. Então, não temos nada que ficar por aqui falando de coisas que ninguém mais vai querer ler e muito menos ver. Conversei com alguns produtores e descobri no mínimo 20 espetáculos que estão prometidos para os palcos paulistanos em 2013. Preparem seus bolsos e corações! Vamos a eles!

O espetáculo Salvo em Rascunhos está em cartaz no Teatro Sérgio Cardoso todas as quartas e quintas. Confesso que já sabia que ia gostar. A colaboradora Tatiana Ribeiro é a autora do texto e sou fã de tudo que ela faz e escreve. Sua peça é um presente. Ela consegue fugir do politicamente correto e ser extremamente delicada. É um trabalho de mulheres, mas universal. Apareçam por lá. Recomendo!

“Sessão de Terapia” leva teatro para a televisão

A série dirigida por Selton Mello, com base na produção israelense “BeTipul”, é uma prova de como é possível se fazer televisão, cinema e teatro juntos. Claro, trata-se de um canal a cabo. O cenário não foge do consultório do psicólogo Theo (Zécarlos Machado). Uma poltrona de frente a um sofá. O resto são detalhes. Ali, ele recebe seus pacientes e, por cerca de trinta minutos, cria uma rede de tensão que, muitas vezes, espelha o drama alheio em sua própria vida para lá de desorganizada. Maria Fernanda Cândido, Sérgio Guizé, Mariana Lima e André Frateschi, ao lado da estreante Bianca Müller, vivem os pacientes. Selma Egrei, por sua vez, é a terapeuta do terapeuta, e Maria Luisa Mendonça, em aparições pontuais, faz a mulher de Theo.

Dirceu Alves Jr.
Na Plateia

Cirque du Soleil lança Corteo

Corteo é o novo espetáculo do Cirque Du Solei que chega ao Brasil em março de 2013. Criado e dirigido pelo suíço Daniele Finzi Pasca, já foi visto por mais 6,5 milhões de pessoas desde a sua estreia, em 2005, no Canadá. ‘Corteo’, em italiano, significa cortejo, e conta a história de um desfile imaginado por um palhaço. “Apesar do nome, não é algo triste. Inspirei-me em países como o México, que fazem de seus funerais uma festa”, conta Pasca, que define sua criação como “um espetáculo que flutua perante o público”.

As Satyrianas convidaram 27 autores para desenvolverem textos curtos inéditos. Esses textos são montados por alguns dos mais destacados artistas do teatro paulista e apresentados durante os quatro dias da programação. I Mais do Mesmo | é uma das atrações da virada de sexta pra sábado.

(Fonte: renatoandrade)

Antunes Filho estava quietinho, na dele, mas felizmente se manifestou no ano do centenário de Nelson Rodrigues. A tragédia Toda Nudez Será Castigada (1965) estreia hoje no Teatro Anchieta.