Install Theme

As séries Suburbia e Como Aproveitar o Fim do Mundo? estrearam juntas. A primeira, dirigida por Luiz Fernando Carvalho, arrebatou a crítica e mereceu dois posts por aqui. Já a comédia sobre o apocalipse, escrita por Fernanda Young e Alexandre Machado, foi mal recebida e os criadores tachados por usarem uma formula desgastada, já vista em Os Normais e Separação. Um mês depois eu assisto as duas e confesso que Como Aproveitar o Fim do Mundo? é bem mais interessante que Suburbia.

Suburbia, como todo trabalho de Carvalho, é um colírio para os olhos. Além da fotografia impecável e trilha bem colocada, o diretor sempre propõe um olhar sensível sobre os personagens que retrata. Porém, a roupagem estética impecável do diretor não consegue esconder o machismo do texto de Paulo Lins e abusa de gritos e clichês. O roteiro é fraco, demasiadamente infantil. Sei que é uma fábula, mas a história não me convenceu até o momento. Além disso, aposta em jovens atores e atrizes que na minha opinião são mais gostosos que talentosos.

Já os trabalhos dos publicitários Alexandre Machado e Fernanda Young são comédias farsescas, com inúmeras referencias do universo pop e sem nenhum compromisso com o bom senso. Como Aproveitar o Fim do Mundo? segue essa marca da dupla, que também se arrisca investindo no romance e colocando os certinhos Alinne Moraes e Danton Mello como pessoas normais. Alinne peida, faz cocô, fala asneira e pensa em sexo o tempo todo, como todos nós.

Ok, pode ser que você, como eu, queira comprar o Blu-Ray de Suburbia e deixa-lo embelezando a estante. Mas se o objetivo é espantar o tédio, nada como ver a série cômica de Machado e Young. A dupla faz uma bela costura de piadas de duplo sentido, que isoladamente seriam mal vistas, mas no conjunto mostram o esmero dramatúrgico impressionante de autores que realmente sabem o que estão fazendo. Sou fã.

Seriado olha com realismo, mas carinho para a dura vida no subúrbio

Ausente das telas da Globo desde novembro de 2010, quando exibiu Afinal, o Que Querem as Mulheres?, o diretor Luiz Fernando Carvalho volta a apresentar um trabalho original nesta quinta-feira, às 23h35.

Em oito episódios, Suburbia conta a história de Conceição, jovem negra, analfabeta, que passou a infância miserável numa carvoaria em Minas, até fugir para o Rio. Escrita por Carvalho em parceria com Paulo Lins, autor de Cidade de Deus, a série é a única dramática entre as quatro escaladas para ocupar o lugar de Gabriela no fim da noite na Globo. As outras três, Louco por Elas, Casseta & Planeta e Como Aproveitar o Fim do Mundo, são comédias. Assista, subúrbia é poética e realista.

Suburbia é o novo projeto de Luiz Fernando Carvalho e de Paulo Lins, autor dos livros Cidade de Deus e Desde que o samba é samba. O seriado que terá oito episódios, e início das gravações previsto para o segundo semestre, tem como conceito central o lançamento de novos talentos. Confira a página no facebook.